Ouça a nossa programação

- - - - - - - - - - Twitter - - - - - - Instagram - - - - - - WebTv - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Quais medidas a Prefeitura deve adotar para Cracolândia e população em situação de rua?



Respostas dos paulistanos para estas e outras questões estão na pesquisa "Assistência Social na Cidade", que será apresentada em 18/7, no Sesc Bom Retiro. Participe!


Quais medidas ou ações a Prefeitura de São Paulo deve adotar para enfrentar a situação na Cracolândia e para melhorar as condições da população em situação de rua (moradores de rua)? Estas e outras questões integram a pesquisa "Assistência Social na Cidade", que será apresentada em evento público no Sesc Bom Retiro, no dia 18/7.

Promovida pela Rede Nossa São Paulo e Ibope Inteligência, em parceria com o Sesc São Paulo, a atividade inclui um debate com especialistas e ativistas da área de assistência social, que poderão avaliar e comentar os resultados do levantamento.

Os resultados da pesquisa também revelarão a opinião dos paulistanos sobre as ações ou medidas que devem ser prioridade para combater a violência doméstica e familiar contra as mulheres. Mostrará ainda se a maioria é a favor ou contra a proposta de garantir uma renda básica para toda e qualquer pessoa residente na cidade de São Paulo.

Levantamento integra série "Viver em São Paulo"

A pesquisa "Assistência Social na Cidade" integra a série "Viver em São Paulo", que foi iniciada este ano e mensalmente tem divulgado dados sobre a percepção dos paulistanos em relação a temas importantes que afetam a vida na capital paulista.

Os levantamentos da série e os eventos mensais, que incluem divulgação dos resultados, debates e intervenções culturais sobre cada tema pesquisado, são promovidos pela Rede Nossa São Paulo e Ibope Inteligência, em parceria com o Sesc São Paulo.

Serviço: 
Apresentação da pesquisa "Assistência Social na Cidade" e debate sobre o tema
Data: dia 18 de julho de 2018
Horário: das 10h00 às 12h30
Local: Sesc Bom Retiro
Endereço: Alameda Nothmann, 185 - São Paulo

O evento é aberto à participação de todas as organizações e pessoas interessadas.
Clique aqui para confirmar presença!


Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo


terça-feira, 3 de julho de 2018

Convite.

⛪🔔💦🌻🐟🥥🍪🥟🍷🎪🇧🇷

Queridos Amigos e Amigas. Paz e bem

É com alegria que convido você e sua Família para a Celebração dos meus 40 anos de sacerdócio na comunidade São Francisco. Ermelino Matarazzo.

Será dia 8 de Julho de 2018 Domingo.

Às 9.30 horas da manhã.

Será uma Celebração campal na Avenida Paranaguá Centro de Ermelino Matarazzo. No palco da Festa das Nações do Lar Vicentinho. Duas quadras da estação de Trem de Ermelino Matarazzo. Mais informações com Diácono Maurinho: O11 - 2546.4254.

Após a Celebração terenos a Festa das Nações São Barracas de cerca de 15 países com suas  comidas típicas.

Desde já agradeço.
Mil bençãos.

Padre Ticão

⛪🔔💦🌻🐟🥥🍪🥟🍷🎪🇧🇷

Câmara realiza nesta semana Seminário Internacional sobre Educação e Saúde na Terceira Idade.


Os debates vão ocorrer nesta quarta e quinta-feira e abordarão, além da saúde e educação, assistência social, serviços, mercado de trabalho, entre outros temas.


Os temas do primeiro Seminário Internacional sobre Educação e Saúde na Terceira Idade são variados: além de saúde e educação, assistência social, serviços, mercado de trabalho, entre outros. Uma mesa redonda, por exemplo, vai debater a educação permanente e as universidades da Terceira Idade espalhadas pelo país. Para a deputada Leandre, do PV do Paraná, a educação ao longo de toda a vida deve ser estimulada, porque as vantagens para os idosos já são comprovadas:

"O quanto de benefício traz pras pessoas a manutenção delas dentro de um ambiente escolar, acadêmico, né, retardando processos inclusive de doenças como o Alzheimer, demências, é um processo extremamente importante, é uma iniciativa muito importante."

No balanço sobre os 15 anos do Estatuto do Idoso, os debatedores vão contabilizar os avanços e o que ainda está por ser feito. Além disso, é preciso adequar a lei à mudança do perfil demográfico do país – já são 30 milhões de pessoas com mais de 60 anos. A irmã Terezinha Tortelli, da Pastoral do Idoso, aponta falhas na implantação de vários artigos e diz que a nova configuração populacional torna urgente a busca de alternativas de serviços para as pessoas idosas, principalmente aquelas que têm a saúde mais comprometida. Mesmo assim, ela celebra a legislação que beneficia os maiores de 60 anos:

"O Estatuto é uma garantia de que existem direitos já consagrados e as pessoas idosas podem acessá-los. Então, o que vemos é que, gradativamente, as pessoas vão tomando conhecimento dessa lei que os protege."

O seminário é promovido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e acontece nesta quarta e quinta-feira, no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados.

Reportagem - Cláudio Ferreira


#digitalradiotv
@digitalradiotv